Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Acesse também: 

Por: Ferramenta Gerenciais 

Apresentamos aqui a diferença de prevenir para corrigir. 

Por: Ferramenta Gerenciais 

 Falamos neste artigo sobre as diversas ferramentas de qualidade.

Por: Ferramenta Gerenciais 

Aprenda a utilizar a ferramenta Diagrama de Processos.

Por: Ferramenta Gerenciais 

Aprenda a utilizar a ferramenta Diagrama de Pareto. 

Por: Ferramenta Gerenciais 

Aprenda a utilizar a ferramenta Histograma. 

Por: Ferramenta Gerenciais 

Aprenda a utilizar a ferramenta Cartas de Controle de Processos. 

Por: Ferramenta Gerenciais 

Aprenda a utilizar a ferramenta Folhas de Verificação. 

Por: Ferramenta Gerenciais 

Aprenda a utilizar a ferramenta Diagramas de Dispersão. 

.

. 

Por: Ferramenta Gerenciais 

Aprenda a utilizar a ferramenta Diagrama de Causa e Efeito. 

 
 
 

Gestão da Qualidade nas Organizações

por: Marcopolo Marinho (2010)
Gerenciar estrategicamente a qualidade é indispensável para o fortalecimento, estruturação e sobrevivência de qualquer organização, além de viabilizar o controle de atividades, informações e documentos. 

O objetivo da aplicação de ferramentas de qualidade é a excelência na prestação de serviços, de maneira eficiente e dinâmica para que todos os envolvidos fiquem satisfeitos.

Sistemas de Padronização da Qualidade
 
A gestão da qualidade envolve-se em inúmeros sistemas padronizados de gestão, onde estes sistemas - baseados em documentos universais - buscam normatizar e reduzir imperfeições ocorridas durante o processo de execução das atividades rotineiras das organizações.
 Entre alguns dos modelos padronizados estão o VDA, AQFT, o TS (encontrado nas indústrias automotivas), além de outros como o QS 9000 e as ISO's
 
O Custo de se ter ou não um Sistema de Qualidade

Com um sistema de gestão da qualidade podemos previnir eventuais defeitos nas áreas produtivas e evitar a saída de produtos defeituosos para o mercado.

Categorias dos custos da qualidade

Existem 03 categorias de custos, são eles:

         Custo de Prevenção

         Custo de Detecção/Inspeção

         Custo das Falhas

Custos de Prevenção: Neste sentido o sistema de gestão da qualidade auxilia na prevenção da má qualidade dos produtos/serviços gerados pela empresa; Envolve atividades de inspeção de materiais, processos, maquinários, pessoas (capacidade técnica); Tem como principal objetivo evitar o desenvolvimento de produtos defeituosos ou serviços insatisfatórios.

Custo de Detecção/ Inspeção: Neste sentido o sistema de gestão da qualidade auxilia na identificação de produtos ou serviços defeituosos; vale o princípio de que para evitar a produção defeituosa a qualidade já deve nascer com o produto e cada membro da empresa deve ser o seu próprio controle de qualidade; tem como principal objetivo evitar que produtos com desconformidades cheguem ao cliente.

Custo de Falhas Internas: Enquanto um produto defeituoso não sai da empresa e este é localizado evita-se a depreciação da marca e neste caso vale o princípio da gestão da qualidade que mostra o quão melhor a inspeção, menor o risco de defeitos, pois se não há defeitos, não há custos de falhas.

Custo de Falhas Externas: O custo de levar um produto com falha ao mercado é o enfraquecimento da marca e a falta de credibilidade pelos clientes. Ocasiona perda de vendas e insatisfação dos clientes.

HISTÓRICO DA QUALIDADE E SUAS DIVERSAS FASES
Por: Marcopolo Marinho (2009/2010)
 

Na década de 80, o parque industrial ocidental passou por diversos movimentos que intentaram para a alteração dos conceitos de qualidade e gestão, com o objetivo de enfrentar a concorrência oriental nos mercados. Uma série de novas filosofias, metodos e programas foram desenvolvidos, experimentados e vendidos como panacéias universais para a resolução dos problemas da qualidade. Como visto na página referente ao histórico da Administração, os princípios da Administração Científica prevaleceram até a década de 60, enquanto o Ocidente aproveitava a pouca concorrência do período pós-guerra e vivia o momento inicial da introdução da qualidade através da inspeção dos produtos.

 
Continua...
 
 
 
 
REFERÊNCIAS
 
Corrêa, Henrique L.; Corrêa, Carlos A. - Administração de Produção e Operações—Manufatura e Serviços: Uma Abordagem Estratégica - Ed. Atlas - 2008– 2ª Ed.

 

Ferramentas Gerenciais - O Portal da Administração na Web - Artigos para consulta nas áreas de Administração Estratégica, Administração Geral, Marketing, Gestão da Qualidade, Estatística, Processos Decisórios, Logística, Meio Ambiente, E-commerce, Gestão com Pessoas, Vendas, Psicologia, Vendas, Negociação, Tecnologia da Informação, Empreendedorismo, comunicação, oratória e muito mais.