Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

O mentiroso é escravo de suas mentiras

Por: Evaldo Costa (2011)

        Você sempre fala a verdade? Acha difícil falar somente a verdade? Porque as pessoas costumam faltar com a verdade? Ser verdadeiro pode ter vários significados e estar de acordo com os fatos ou a realidade é um deles. Pesquisando irá descobrir que o dicionário revela que a ”verdade significa o que é real ou possivelmente real dentro de um sistema de valores”.

        Então se a verdade é positiva, amiga e aliada, então porque as pessoas faltam com ela? Essa é seguramente uma questão com respostas variadas e que portanto merece nossa reflexão. Há quem defenda situações em que faltar com a verdade pode ser um recurso aceitável, mas há quem garanta que a verdade deve ser dita em qualquer circunstância: o que você pensa a respeito do assunto?

        Parece que vivemos em uma sociedade que está banalizando a mentira. Mente-se por qualquer razão, muitas vezes sem há menor necessidade, como por exemplo, para justificar um atraso, não comparecimento a um encontro de amigos etc. Há pessoas que mentem sem se dar conta de que a verdade lhe seria mais favorável, mas quando percebe já é tarde demais. Parece que as pessoas desenvolveram a falsa sensação de que a mentira é o melhor caminho para superar os imprevistos do cotidiano.

        Muitas vezes é a imaturidade que leva o indivíduo a mentir, sem se dar conta de que ela está na raiz de todos os males. O problema é que para sustentar a uma aparente e inofensiva falsidade inicial, a pessoa é forçada a continuar mentindo. Afinal de contas, algumas mentiras criam apenas um pouco de conflitos internos e estresse aparentemente insignificante.

        Por exemplo, quando dizemos "mentiras brandas" (como chegar cinco minutos atrasado no trabalho e assinar a folha de ponto como se tivesse chegado no horário, afinal de contas foram apenas alguns minutos), pode criar pouca ou nenhum conflito interno. Mas quando mentimos sobre algo que é mais significativo para nós, a exemplo da infidelidade conjugal, é provável que a pessoa sinta uma grande dose de estresse.

        O fato é que o tempo passa rápido e sem perceber a pessoa passa a acreditar que poderá resolver todos os seus problemas com mentiras e o que é pior, passa a encara-las como se fossem verdades, e é justamente neste ponto que a vida começa a ficar estressante, perigosa, sem sentido e a gerar infelicidade.

        Por outro lado, dizer a verdade nos faz sentir bem, caminhar com os ombros erguidos, encarar as pessoas com naturalidade e manter sincronia fina com algum propósito maior e bom sobre a nossa vida, e a maneira como estamos vivendo. Isso cria admiração, alegria e felicidade duradoura, que não pode ser comprada como se fossem mercadorias nas prateleiras dos supermercados.

        Então caso você esteja se sentindo infeliz, amargurado com a vida e achando que nada lhe é favorável, vai aqui um convite para que examine a sua consciência e veja como tem se comportado em relação a verdade ou a falta dela. Caso decida mudar a maneira de viver, encarando os fatos como eles são e não como gostaria que fossem, então comece a dizer a verdade em seus relacionamentos mais próximos, como esposa, noiva, namorada, filhos e amigos.

        Em seguida, expanda o círculo da verdade para incluir os seus colegas, vizinhos e comunidade. Sinta-se livre para usar o tato e a diplomacia, quando necessário, mas não deixe que o medo de ofender, impeça de ser sempre verdadeiro. Com o tempo você descobrirá que os benefícios da verdade lhe será sempre mais compensador do que viver no mundo da falsidade.

Pense nisso e ótima semana, 


Evaldo Costa
Escritor, conferencista e Diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil

(Publicação autorizada pelo autor)  
Visite o site do autor em: www.evaldocosta.com.br

Blog: www.evaldocosta.blogspot.com
E-mail: evaldocosta@evaldocosta.com
Siga no Twitter/LikedIn/Facebook/Orkut: evaldocosta@icbr.com.br


Este texto é de responsabilidade do seu autor não refletindo, necessariamente, a opinião do Portal Ferramentas Gerenciais.

Ferramentas Gerenciais - O Portal da Administração na Web - Artigos para consulta nas áreas de Administração Estratégica, Administração Geral, Marketing, Gestão da Qualidade, Estatística, Processos Decisórios, Logística, Meio Ambiente, E-commerce, Gestão com Pessoas, Vendas, Psicologia, Vendas, Negociação, Tecnologia da Informação, Empreendedorismo, comunicação, oratória e muito mais.