Lembro-me de um case do Leonardo, menino pobre morador de uma comunidade de São Paulo, Leonardo era engraxate e sonhava em ter uma cadeira fixa na Av. Paulista, esse menino enviou uma carta para o programa do Ratinho e foi sorteado para participar, no programa 3 pessoas disputavam o carinho do público que votava em quem deveria ser o escolhido e ganhar o que pediu, pois bem o Leonardo caiu na graça do povo e foi o escolhido, quando o Ratinho lhe perguntou algo:

 

- Onde você vai colocar essa cadeira?


E o Leonardo respondeu sabiamente:

 

- Eu fiz PARCERIA com o dono de uma cafeteria na Paulista!

 

Show de administração, antes mesmo de ganhar a cadeira ele correu atrás do seu objetivo, fui até São Paulo em uma das minhas palestras e conheci o Leonardo numa grande cafeteria na Av.  Paulista e o Leonardo me contou detalhes sobre a tal PARCERIA, ele me disse que propôs a parceria e o Dono da cafeteria não aceitou pois disse que nessa parceria o Leonardo não iria ganhar nada e propôs uma nova parceria boa para os dois lados, resultado é que deu certo e hoje o Leonardo tem 8 cadeiras em 8 cafeterias da mesma rede, isso mesmo o dono da cafeteria disse que a vantagem seria só dele e o Leonardo não iria ganhar nada com ela, agora pense, no nosso dia a dia as nossas parcerias favorecem a quem?

 

- Empresas querem que o colaborador vista a camisa da empresa, mas nem a camisa fornece.

 

- Empresas querem que colaboradores se joguem e que cada um dê o seu máximo só que a empresa paga o mínimo, se você contrata pelo mínimo só poderá ter o mínimo isso é matemática pura.

 

- Empresas que pedem para o colaborador trabalhar até mais tarde e além de não pagar a s horas extras ainda desconta quando ele precisa faltar.



- Empresas que enchem a boca para dizer que todos são iguais mais o gerente tem vaga coberta enquanto os colaboradores nem vaga tem.

 

Essas são alguns pontos, mas são muitos exemplos de aqui a PARCERIA só é boa para o lado da empresa, e qual o reflexo disso?

 

Simples, péssimo atendimento! Colaborador sem motivação, sem preparo, sem vontade vai atender como?

 

Antes de cobrar tem que se pensar no Endomarketing (o marketing voltado para os colaboradores) – o que a sua empresa anda fornecendo para o seu cliente interno? Existe vantagens para se trabalhar na sua empresa? Ela é desejada?

 

São pontos a serem discutidos.

 

Eu mesmo deixei de escrever para uma revista onde eu fui colunista durante 5 anos por um detalhe bem simples, um dia a revista fez uma mega festa com um cantor mega famoso e como ela é muito forte na cidade dela, simplesmente lotou, o cantor também era muito desejado e todos queriam ver  o show e ter a possibilidade de sair nas paginas dela, convites foram vendidos e nem ao menos os colunistas foram informados da festa, quer dizer que parceria era essa onde a gente escrevia de graça e no único dia que podíamos aparecer na revista e curtir um show, um jantar e um pouco de glamour nem lembrado fomos, eu convidaria e montaria uma mesa só para os colunistas e parceiros,  apresentaria eles no evento e agradeceria os parceiros, daria RECONHECIMENTO para eles, fiquei sabendo que até os funcionários tiveram que pagar o convite e o pior eram obrigados a participar, ou seja , vista a camisa da empresa mas compre-a, uma vergonha!


Pois bem amigos é isso, se querem um atendimento show, atenda também o pessoa que faz a sua empresa existir!

 

Sucesso



Edemilton Pozza