Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Quem não quer um código de valores e conduta nas organizações?

Por: Silvio Broxado (2011)

Os Dez Valores organizacionais do  Código de  Conduta 
Há mais ou menos cinco anos formatei um modelo de código de ética para algumas organizações, já que era bastante solicitado em meus serviços de consultoria. Portanto quero deixar para todos vocês essas dicas a seguir para servir como um guia para quando precisarem criar algo em torno de código de ética. Mas, "exijo" um compromisso: nunca uma empresa deve apenas criar, mas deve exigir de todas as chefias a altivez de entregá-los pessoalmente, lendo cada item, e comentando com aqueles aos quais se está apresentando numa boa dinâmica.

Nada mais é do que uma "pobreza organizacional", empresas criarem um código e enviá-los pelo malote ou entregá-los de qualquer jeito, até numa integração de calouros, sem nenhum tipo de valorização na entrega. Os líderes são os pilares na criação como também na sua divulgação,propagação e em dar exemplo desses valores.   

1-)  TER FÉ!

Todos os colaboradores devem ter uma atitude positiva, entusiasmada, cheia de esperança, alegre e cheia de fé na força suprema de Deus,  ao sair de casa, durante o dia de trabalho e ao fim da jornada diária,  em relação à  sua vida, sua família, sua atividade profissional e  à sociedade onde estamos inseridos, e para a qual trabalhamos.


 2-)  ÉTICA, COOPERAÇÃO, CORDIALIDADE e PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Toda ação e atitude, individual ou em grupo dos colaboradores da (nome da organização), devem estar pautadas na ética, na cooperação, na cordialidade,  na prestação de serviços rápidos e no mais alto nível de qualidade profissional, tantos aos colegas, diretores,  quanto aos hóspedes, independentes de sexo, raça, prática religiosa, posicionamento político, classe social e nacionalidade.

 3-) A DISCIPLINA


A disciplina, horários e as normas estabelecidas pelas lideranças devem ser seguidas por todos, pois sua execução na íntegra, visa acima de tudo o sucesso profissional dos colaboradores (nome da organização), o sucesso da Organização, e a satisfação total da nossa clientela.

 

4-) A BUSCA INCESSANTE DO APRIMORAMENTO E DA EXCELÊNCIA

O auto-desenvolvimento dentro e fora(nome da organização),  e a busca incessante  da excelência, do aprimoramento, deve ser uma filosofia de vida de  cada colaborador, para aperfeiçoar-se no desempenho de suas tarefas e assim estar melhor preparado para sua permanência no mercado de trabalho do mundo globalizado e altamente competitivo, bem como para disputar promoções, assumir novos desafios, cargos e funções. A organização poderá prover na medida de seus planos estratégicos de ação, algumas dessas capacitações.      

 5-)  RELACIONAMENTO COM COLEGAS

5.1-)A(nome da organização), espera que todos seres humanos que aqui trabalham, fomentem um clima organizacional de paz de espírito, mentalidade de prosperidade e sucesso, fortalecendo laços de amizade cristã,  sincera, fraterna, transparente, alegre de coração em todos os momentos e o diálogo como o melhor caminho para um bom convívio.  

 5.2-)O relacionamento entre todos os colaboradores, deve se manter apenas no nível profissional, evitando-se gestos, toques, palavras  e comportamentos que possam dar uma conotação  de intimidades excessivas

5.3-) Deve-se evitar, a formação de grupos,  facções  entre todos os funcionários por razões de aspectos religiosos, preferências políticas, desportivas,  e outras preferências diversas, decorrentes de uma sociedade  globalizada e altamente democrática, pois pode  fragmentar a união , a sinergia e o espírito de time da empresa.

5.4-)Deve-se evitar também,  a formação de grupinhos, fofocas sobre vida alheia, boatos,  atitudes de repúdio, negativistas, discriminatórias, contra, manifestação de insatisfação pelos setores e corredores da empresa, sendo as chefias o caminho mais adequado para manifestações de insatisfação por qualquer motivo.

 6-) RELACIONAMENTO COM CLIENTES


Todos devem praticar um relacionamento profissional discreto, gentil e educado, evitando palavras, gírias, olhares, gestos, toques e comportamentos  com a conotação de intimidade pessoal, além de praticar a cada instante e na íntegra,  Os Sete Padrões do Atendimento, definidos pelo próprio time (nome da organização) (Diretoria e Colaboradores), conforme a seguir:


Os 07 Padrões do "(nome da organização) " na  Excelência do Atendimento ao Cliente:

6.1-) Tratar com afeto, cordialidade e alegria: sorrir, olhar nos olhos das pessoas; Cumprimentar cada cliente com palavras de cortesia : Bom Dia, É um Prazer em recebê-lo!, Em que posso servi-lo?,   Volte Sempre!, Falar o nome dos clientes etc.

6.2-) Ouvir com atenção as necessidades dos clientes e agir;

6.3-) Conhecer produtos, estrutura e serviços (nome da organização);

6.4-) Agir com Ética - Ser Discreto, Ser Honesto;

6.5-) Ser Rápido e Ágil com o pleito dos clientes;

6.6-) Profissionalismo:Ter boa aparência pessoal, Ter atitude positiva e entusiasta em relação  ao trabalho, Ser disciplinado e assíduo,  Evitar palavras e gestos de intimidades com clientes,  Ser cooperativo com todos etc.

6.7-) Exceder as Expectativas das pessoas: promover a melhor experiência possível e inesquecível  a todos os hóspedes, colegas e parceiros.      

 7-) A APARÊNCIA E VESTIMENTAS

Todos colaboradores devem ter como praxis da excelência profissional, a preocupação com a aparência o asseio pessoal, o cheiro do corpo, do hálito, das roupas, a aparência dos sapatos, cintos e acessórios, unhas ( eles com barbas diariamente bem feitas - elas com discreta maquiagem, cabelos profissionalmente e elegantemente arrumados),  obedecendo um  conjunto que deve ser harmônico com a personalidade, com que (nome da organi-zação) determina,  e com o que podemos fazer para, sempre deixar a melhor impressão ao cliente.

 8-) OS SIGILOS  INTERNOS

8.1-)Toda empresa tem muitas informações estratégicas, que são muitas vezes fatores de diferenciação empresarial no mercado, portanto só de interesse  interno, sendo ético, íntegro e profissional mantermos dentro das quatro paredes da empresa, pois só a ela interessa.

8.2-)Se um colaborador presenciar alguma atitude, por parte de qualquer pessoa, que desagradou,  ou se ele presenciar algum fato que vai de encontro  ao bom senso e ao comportamento profissional  ético, deve esse colaborador, se assim for de sua vontade,  descrever e manifestar sua opinião à chefia imediata, para que se busque a solução mais adequada.

 9-) A MENTALIDADE ECONÔMICA, CONTRA DESPERDÍCIOS E DE ORGANIZAÇÃO   

9.1-)Toda organização é criada para fomentar resultados, que a possam manter operando com saúde financeira, econômica, gerando empregos diretos e indiretos às famílias, contribuindo para a economia local. Por isso todos colaboradores devem ter a mentalidade de lutar diariamente contra desperdícios de todos os tipos, seja de um simples objeto de uso no escritório, aos materiais de reposição dos apartamentos, da manutenção predial, da cozinha, assim como da água, da energia, das comunicações, etc. Lutar para estas  reduções é um dever de todos da(nome da organização).

9.2-)Todos os colaboradores, devem buscar a melhor maneira de  cumprir suas tarefas, por isso ações corretas, bem planejadas (obedecendo o critério da Satisfação Total do Cliente) e éticas no dia-a-dia, evitando perda de tempo em conversas pelos corredores, bate-papo e navegação desnecessária na internet, etc.

9.3-) Todos os colaboradores devem ser fiscais e auditores, a todo instante, na conservação predial,  nas sugestões dos clientes, na limpeza, do asseio de todas as áreas da (nome da organização), da higiene e qualidade dos WCs, do conforto das instalações, e na manutenção dos equipamentos etc.

 10-)A  BUSCA DO SUCESSO INTEGRAL: MENTALIDADE FLEXíVEL, DE SUCESSO E AMIGA DAS MUDANÇAS

Todos devem estar cientes que num mundo em constante transformação em que vivemos há uma exigência por um padrão mental de otimismo, alto-astral e flexível de cada protagonista de dentro das organizações para  que se consiga atingir o sucesso integral, sempre, dos: colaboradores, da organização, dos clientes, da sociedade e dos fornecedores.


 

Ferramentas Gerenciais - O Portal da Administração na Web - Artigos para consulta nas áreas de Administração Estratégica, Administração Geral, Marketing, Gestão da Qualidade, Estatística, Processos Decisórios, Logística, Meio Ambiente, E-commerce, Gestão com Pessoas, Vendas, Psicologia, Vendas, Negociação, Tecnologia da Informação, Empreendedorismo, comunicação, oratória e muito mais.