Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Seja claro com o seu feedback

Por: Evaldo Costa

        Você se considera um bom exemplo na arte de dar feedback? Pois saiba que muitos gestores têm boas intenções quando se trata de fornecer feedback aos funcionários. Porém, a realidade é que boa parte deles não são muito bons nisso.

        Mas, se é assim porque isso acontece? Os motivos podem ser muitos, mas o que mais se vê é falta deformação das lideranças para priorizarem o tema na gestão organizacional.Poderíamos dizer que não há expectativas claras daquilo que os liderados podem produzir e também falta acompanhamento de desempenho por parte das lideranças.

        O fato é que os líderes nem sempre estão bem preparados para dar feedback positivo. Muitas vezes pensam que as pessoas devem saber alguma coisa através de seus próprios dispositivo sou acham desnecessário, por exemplo, parabenizar alguém que tenha tido desempenho destacado. O mesmo não se pode dizer quando há comportamento falho.Neste caso o gerente não adia ou evita dizer algo do tipo:

        “Você está fazendo isso errado”, “Você não percebe o prejuízo que está causando a empresa”… É uma pena, mas muitos se sentem melhor criticando do que elogiando.

        Quando isso ocorre, o feedback soa como um ataque pessoal, então a resistência aumenta, a emoção centra-se no relacionamento com potencial de causar enorme desgastes e queda de produtividade.    

       O verdadeiro líder deve saber que o feedback é uma parte importante de um relacionamento saudável. Quando ele é ignorado é um sinal bastante claro de que há uma falta de confiança no relacionamento.

        Então, quando um gestor não demonstra a sua capacidade de dar feedback aos liderados, eles podem se sentir como se não fossem importantes na organização, perder a confiança no projeto, se desmotivar e deixar de produzir de acordo com o seu potencial.

   Para melhorar no quesito feedback,o líder pode recorrer as dicas a seguir:

• Buscar aperfeiçoamento profissional – As pessoas só podem fazer o que eles sabem fazer. Para superar limites é necessário buscar novos conhecimentos,desenvolver habilidades e ter atitude de líder exemplar;

• Agir como se fosse espelho – O liderado tende a seguir a postura do líder. Então, se o líder plantar elogios colherá amizade e se semear críticas colherá rancor;

• Cuidado e respeito á cultura da organização. A cultura dirige o comportamento organizacional mais do que qualquer outra coisa. Então treine para dar feedback eficazmente e logo a organização poderá desfrutar de bons resultados;

        Considere que o feedback é um ingrediente essencial no ambiente de trabalho dos dias atuais. As pessoas apreciam trabalhar para os gestores em que confiam e que serão honestos com eles dizendo também o que eles precisam saber. Ele pode ser um desafio no início, mas vale a pena tentar.

        Finalmente, é preciso levar em conta que dar feedback não é para os indecisos que fogem da responsabilidade e sim dos corajosos que não temem ousar. William Shakespeare costumava dizer: “As nossas dúvidas são traidoras, e nos fazem perder o bem, que frequentemente poderíamos ganhar, por medo tentar.”

Pense nisso e ótima semana,

Evaldo Costa
Escritor, conferencista e Diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil

(Publicação autorizada pelo autor)  
Visite o site do autor em: www.evaldocosta.com.br

Blog: www.evaldocosta.blogspot.com
E-mail: evaldocosta@evaldocosta.com
Siga no Twitter/LikedIn/Facebook/Orkut: evaldocosta@icbr.com.br


Este texto é de responsabilidade do seu autor não refletindo, necessariamente, a opinião do Portal Ferramentas Gerenciais. 

Ferramentas Gerenciais - O Portal da Administração na Web - Artigos para consulta nas áreas de Administração Estratégica, Administração Geral, Marketing, Gestão da Qualidade, Estatística, Processos Decisórios, Logística, Meio Ambiente, E-commerce, Gestão com Pessoas, Vendas, Psicologia, Vendas, Negociação, Tecnologia da Informação, Empreendedorismo, comunicação, oratória e muito mais.