Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Trate o funcionário como cliente para triunfar

Por: Evaldo Costa (2012)

        Deseja prospectar e fidelizar os melhores clientes? Quer evitar perder os compradores mais lucrativos? Pretende aumentar o índice de satisfação dos consumidores? Aposto que você deve estar pensando que se trata de mais um texto de dicas teóricas. Mas, se realmente está interessado no assunto continue lendo com atenção, pois nele contém quatro décadas de experiência no tema. 


        Como você deve saber, o relacionamento com o consumidor e a gestão de talentos pode parecer tarefas simples, mas não é nada fácil. Seguir as dicas a seguir pode até não garantir o seu sucesso como líder, mas ignorá-las será derrota na certa.

1 - Contrate com sabedoria
  O primeiro passo importante em direção ao sucesso está na contratação. Não tenha pressa em admitir e use o método científico ao recrutar e selecionar. Não confie apenas no conteúdo do résumé e nem tão pouco no que o candidato revelar na entrevista.

        Leve em conta que ele pode ter sido treinado para o encontro e por melhor que o entrevistador seja, dificilmente poderá conhecer todas as faces do candidato em poucos minutos de conversa. Cheque as referências, veja o seu perfil na mídia digital, pesquise se há informações dele na internet e marque pelo menos três encontros em diferentes ambientes antes de decidir por sua contratação. Procure convidá-lo para um almoço, participar de visita casual a um concorrente e promova um bate papo com outros funcionários e candidatos. 

        Ao contratar não se esqueça de dizer o que ele poderá esperar da empresa e o que a empresa espera dele. Garanta que ele seja apresentado as lideranças da organização, normas & procedimentos e que passe por período de adaptação. Quanto mais rápido for o processo de contratação, maiores serão os erros.

2 - Trate os seus funcionários como se fossem os seus melhores clientes
As mesmas técnicas para conquistar a fidelidade dos clientes também funcionam para os funcionários. Afinal, ambos os esforços dependem de tratar as pessoas com respeito.

        Considere que na maior parte do tempo serão os funcionários que estarão em contato com os seus clientes. Quem atende aos telefonemas da empresa? Quem recebe os clientes ao chegarem a empresa? Quem recebe suas demandas? Tão importante quanto pesquisar a satisfação dos clientes é garantir a satisfação dos seus funcionários.

3 - Dê feedback rápido e honesto
Gostamos de receber feedback dos clientes, não é mesmo? Pois os feedbacks dos funcionários são tão importantes quanto. Então não espere o final do ano para fazer uma avaliação deles, pois poderá ser tarde demais. Promova encontros mensais para ouvi-los e dar feedback. Caso não encontre tempo para isso, é melhor rever as suas atividades, pois pouca coisa na organização é mais importante do que a satisfação dos clientes e funcionários.

4 - Desafie constantemente os seus colaboradores
Treine sua equipe, desafie-a e encontre uma maneira que garanta o seu engajamento. Lembre-se de que se o serviço ao cliente é uma prioridade para os gestores, a lealdade do empregado deve ser também. Não delegue a gestão de pessoas apenas ao seu RH, crie métodos de acompanhar de perto os seus colaboradores.

5 - Invista e desenvolva talentos
Quase tudo para progredir requer investimentos. Assim como precisamos pintar as paredes da empresa, comprar novos equipamentos e adquirir soluções tecnologias modernas, precisamos investir no desenvolvimento dos melhores funcionários. Quando você investe na educação de alguém outros farão por merecer.

        É função do líder, estimular o desenvolvimento de talentos. Não ter ambiente adequado ou não priorizar o crescimento dos funcionários é o mesmo que garimpar ouro e descartar o diamante na peneira. Muitas vezes o melhor gestor está a poucos metros de nós, mas preferimos buscá-lo a quilômetros de distância. 

6 - Seja rápido ao demitir
  Garanta que seus funcionários tenha oportunidade de errar. Apure com critério e sem precipitação ou partido os motivos de sua demissão. Depois que tiver convencido de que é um acaso de desligamento e não de desenvolvimento, diga a ele os reais motivos de sua demissão e não adie nem por um dia essa decisão. Finalmente, considere que para liderar com sucesso uma equipe é preciso ter o charme de um astro do cinema e o talento de um encantador de serpentes.


Pense nisso e ótima semana, 


Evaldo Costa
Escritor, conferencista e Diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil

(Publicação autorizada pelo autor)  
Visite o site do autor em: www.evaldocosta.com.br

Blog: www.evaldocosta.blogspot.com
E-mail: evaldocosta@evaldocosta.com
Siga no Twitter/LikedIn/Facebook/Orkut: evaldocosta@icbr.com.br


Este texto é de responsabilidade do seu autor não refletindo, necessariamente, a opinião do Portal Ferramentas Gerenciais.

Ferramentas Gerenciais - O Portal da Administração na Web - Artigos para consulta nas áreas de Administração Estratégica, Administração Geral, Marketing, Gestão da Qualidade, Estatística, Processos Decisórios, Logística, Meio Ambiente, E-commerce, Gestão com Pessoas, Vendas, Psicologia, Vendas, Negociação, Tecnologia da Informação, Empreendedorismo, comunicação, oratória e muito mais.